A REDE DE VIVEIROS DE MUDAS NATIVAS DO VALE DO RIBEIRA

A Rede de Viveiros do Vale do Ribeira é uma iniciativa da UNESP, Instituto Florestal (IF), Cati e ITESP, que objetiva integrar e fortalecer viveiros comunitários e comerciais existentes na região. Normalmente, os agricultores e comunidades trabalham isoladamente e enfrentam dificuldades para atender à demanda crescente do mercado de plantas nativas, especialmente para a compensação e recomposição florestal. Os viveiros encontram-se em localidades afastadas e com pouco acesso a serviços de telefonia e internet, o que dificulta a visibilidade dos mesmos no mercado. Trata-se, portanto, de uma iniciativa que incluiu divulgação de viveiros , atualização da disponibilidade de espécies e quantidades, auxílio à formação de otes maiores para facilitar a comercialização, capacitação para produção de mudas de qualidade e importância da regularização legal da atividade (ex. nota fiscal e RENASEM). A rede conta  atualmente com 20 viveiros de mudas nativas, entre comunitários (quilombolas e associações) e comerciais. Os alunos de graduação do Curso de Agronomia da UNESP visitam viveiros, auxiliando na resolução de problemas e obtenção de experiência com os produtores e mercado de mudas florestais. A rede de viveiros, portanto, apoia as comunidades da região do Vale do Ribeira a se apropriarem da tecnologia e se fortalecerem para competir no mercado de mudas florestais, melhorando sua renda e, consequentemente, a qualidade de vida nas comunidades atendidas.

APOIO E REALIZAÇÃO


Crie um site com

  • Totalmente GRÁTIS
  • Design profissional
  • Criação super fácil

Este site foi criado com Webnode. Crie o seu de graça agora!